Atelier

Projectos

Concursos

PublicaÇÕes

Contactos

House Rules

Equipa

Clientes
ARTE TECTóNICA Arquitectura e Desenho, Lda. foi fundada em Lisboa no ano de 1994, por João Cassiano Santos, arquitecto membro da Ordem desde 1986. É uma empresa de projecto com obra em Portugal, Espanha e Angola, de tipo tão diverso como planeamento, loteamentos, museus, aldeamentos turísticos, hotéis, “retail” e habitação. Desde a sua fundação este ateliê concebeu 171 projectos, de que se construíram 85 obras, com vários níveis de complexidade, desenvolvendo para cada caso uma metodologia própria, em locais que vão desde Cacela a Velha, até às Minas de São Domingos em Mértola, passando pela rede de “retail” da Worten em Espanha ou por habitação social em Luanda.
O ARTE TECTóNICA é uma empresa portuguesa, que estabeleceu variadas parcerias e colaborações com arquitectos de outros países, nomeadamente: - Pfau Architects, São Francisco - a obra do Pavilhão Swatch na Expo ’98 - HKS/Ryder, Londres - o projecto do Aldeamento Turístico do Zambujal. - Innovida Pannels, E. A. U. - o projecto de Habitação Social em Luanda. Em concursos públicos de arquitectura o ARTE TECTóNICA foi distinguido com vários prémios, de onde se destaca, o 1º lugar no do Instituto Superior de Contabilidade e Administração, obra construída no campus da Universidade de Aveiro. Na imprensa especializada, os nossos projectos foram publicados nas revistas: + Arquitectura; Construir; Enlace (México); Europa Concorsi (Itália) e Architécti, tendo uma síntese feito parte da conferência “ARQUITECTURA DO SUL” promovido pela UBI.
 
Objectivos
Porque o essencial da arquitectura só se entende na obra, o primeiro objectivo deste escritório é construir bem … desenhando o limite entre cultura e natureza, para que cada obra assente sobre a Terra, por ela se responsabilize, cuidando-a para as futuras gerações. Porque para se sobreviver culturalmente na Aldeia Global é preciso ter identidade, definimo-nos como arquitectos portugueses desenhando no início do século XXI, a expressão chã da arquitectura contemporânea.

Princípios
Edifícios feitos para durar: A crise financeira deste início do terceiro milénio reafirma a necessidade de fazermos arquitectura reciclável, quer dando novos usos a edifícios do passado, quer construindo hoje de forma durável para novos usos no futuro. Trabalhamos diariamente de acordo com os princípios da solidez conversível para a obra nova (I.S.C.A. Aveiro) e do uso flexível na obra de renovação transformando antigas casas em hotéis e museus, (Hotel São Domingos e Museu da Ruralidade no Alentejo). Independentemente da sua dimensão ou importância económica, todos os clientes e trabalhos são tratados com rigor, criatividade e respeito por custos e por prazos. O sucesso desta empresa depende do grau de satisfação e consequente reincidência dos seus clientes, quer eles sejam instituições públicas, empresas ou privados